Música | Florence + The Machine e o How Big, How Blue, How Beautiful

Todas as vezes que escuto esse álbum é como se eu estivesse em um bar lá por volta dos anos 70 em alguma cidade dos Estados Unidos(provavelmente L.A.) em um quase amanhecer depois de um noite tentando me conter/esquecer de algo, mas depois…Lá pelas seis da manhã quando o céu já está quase tão azul…É como se os instrumentais de How Big, How Blue, How Beautiful me quisessem fazer sair desse lugar e correr pelas ruas como se o alguma coisa boa me esperasse na curva da outra esquina!

tumblr_np7vzuzBGE1r6s7hoo4_500

Florence Welch talvez nunca tinha se exposto tanto quanto nesse terceiro álbum, How Big, How Blue, How Beautiful é super intimista e talvez o menor “trabalho” da banda no sentindo de ele ter uma atmosfera que beira a um quarto abafado, na verdade é meio confuso porque em algumas músicas e como se essa atmosfera fosse quebrada e dai nós temos a grandiosidade de músicas que te fazem sentir em meio a uma imensidão, que te faz querer pular, correr e sentir as good vibes lembrando os grandes singles da banda como Dog Days Are Over.

” Florence Welch usa o passado para chegar ao presente…De sua maneira, em sua arte, no seu estilo inglês!”

Andy keilen, Rolling Stones


tumblr_np7et2Ee0N1s2uvgco1_1280

É um álbum nostálgico talvez pela sonoridade inspirada nos anos 70 e instrumentais em músicas como Queen of Peace e a própria How Big, How Blue, How Beautiful  que lembram o inicio da carreira da banda que abusa de instrumentais épicos que caem perfeitamente em qualquer filme!

As guitarras e trompetes substituindo a famosa Harpa aqui, são bem trabalhadas e enfatizam bem o passar pela experiência da autodestruição e depois a sensação de esperança que as músicas trazem.

tumblr_np7mlosz5H1s3jk5so1_1280

 É um álbum lindo, cheio de influencias do rock,  dos anos setenta e que apresenta uma Florence “humana”, aquela que namora, se desaponta, bebe, sai de casa, bebe de novo e depois tenta encontrar uma saída para tudo isso.

How Big How Blue How Beautiful, não tem muita novidade se comparado com os outros trabalhos da banda mas ainda sim tem um ar fresco e delicioso de se ouvir!

” Ceremonials foi sobre subemersão, How Big, How Blue, How Beautiful é sobre elevação”

 Florence Welch, EPK


Aqui vai uma lista de cinco músicas que você deveria ouvir antes de desligar seu computador:

Mother | Queen Of Peace | How Big How Blue How Beautiful | What Kind Of Man | Third Eye

tumblr_np7vzuzBGE1r6s7hoo6_1280As músicas foram todas escritas nesse período da última tour pela América, Florence conheceu diversos artistas que a inspiraram e claro, vários elementos das cidades aparecem em suas letras. Diferente do seu último álbum que foi grandioso mas sombrio, esse é mais pessoal porém com um pé na positividade, é como se fosse um suspiro depois do Ceremonials e das más experiências retratadas aqui. Vale muito a pena ouvir o álbum completo!


Uma maneira de trabalhar os clipes para esse álbum foi um coisa que me chamou bastante atenção, três já foram lançados e eles todos se interligam contanto a história presente nas músicas, como eu citei ali em cima é um trabalho que reflete várias experiências (relacionamentos/desentendimentos…) da cantora mas que segundo a mesma fora na verdade uma batalha consigo para poder sair ilesa desses momentos. Assistam os clipes e vocês terão uma boa ideia do caos e confusão apresentado…É cheio de metáforas e cenas que ficam no ar, mas que graça teria uma obra se o artista explicasse tudo não é?!

Florence sempre teve esse estilo retro que sempre foi bem presente em seus trabalhos, na verdade ela é tão retro que se inspira em outros séculos, quem acompanha a banda, sabe que ela até a última Turner usava bastante vestidões lembrando aqueles em que as moças usavam durante a idade média.Nesse álbum porém, temos uma Florence “mundo real”  como se percebe nos clipes e nas aparições em shows e programas de TV, então temos um visual mais urbano, um visual chic porém não menos vintage, temos ai uma Welch que tem abusado de blazers  e conjuntos que sem dúvida alguma parecem ter saído de um armário dos anos 70, alias nunca tinha falado tanto assim de um período da história como dessa década, já falei tanto por aqui hahaha…enfim, Fica lindo e bem fiel ao estilo dela apesar de quebrar essa barreira que tínhamos daquele ser endeusado e trazer a toma a mulher “escondida”,  aquele seu “eu” mais particular.

tumblr_nnqq9lXbli1qkveg5o2_1280

A banda tem trabalhado bastante e muita coisa deve vir por aí, How Big, How Blue, How Beautiful é sim, um dos destaques da indústria da música desse ano e não pode ser deixado de ser ouvido! Florence com sua voz linda e potente sem dúvida tem o ano para si na cena alternativa…Então se curte músicas nessa vibe é melhor você correr! tá maravilhoso, tá incrível…é arte!

Um beijo, espero que tenham gostado, escutem a palavra de deus e até mais

tumblr_mner6bIHXt1srioilo1_500Cheers!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s